Águas Termais: Relaxam e Cuidam da Sua Saúde

Águas Termais: Relaxam e Cuidam da Sua Saúde

A expressão latina “sanum per aqua” – “saúde pela água” – parece fazer cada vez mais sentido, tendo sido mesmo esta a dar origem ao nome “spa”. Se ultimamente têm surgido inúmeros spas em centros urbanos que promovem o bem-estar através de sauna, natação e atividades de lazer e relaxamento ligadas à água, a verdade é que os spas termais (antigamente apenas chamados de “termas”) proporcionam isso e muito mais, através das suas águas com poderes terapêuticos. Fique a conhecer todos os benefícios das águas termais para a sua saúde.

Relaxar mas não só

Um banho de imersão numa água mineral quente ajuda, no imediato, a relaxar os músculos e alivia a dor nas articulações. Um tratamento regular, permite que essa sensação de relaxamento se transforme num bem-estar constante. A imersão em águas quentes ajuda também aumentar a pressão hidrostática sobre o corpo, promovendo a circulação de sangue e facilitando o transporte de oxigénio para as células, o que melhora a nutrição dos tecidos e órgãos vitais. Além disso, ao facilitar a circulação do sangue, ajuda também a eliminar as toxinas do corpo.

As termas são também locais onde se promove uma vida saudável, pelo que os frequentadores dos banhos termais, tendem a adotar um estilo de vida mais são, uma vez que, as próprias instalações são frequentemente locais aprazíveis que convidam a caminhadas e a uma alimentação saudável. Os banhos termais não são por isso, apenas um local de relaxamento, mas sim um conceito mais abrangente que engloba tratamento, relaxamento e um estilo de vida saudável e equilibrado.

Os diferentes tipos de águas termais

Apesar de alguns benefícios comuns, as água s termais são diferentes entre si e cada uma tem vocações terapêuticas distintas, dependendo da sua composição mineral. Se está a pensar recorrer a uma estância termal, é conveniente informar-se sobre o tipo de água em questão e se se adapta às suas necessidades de tratamento.

Águas bicarbonatadas: são normalmente de baixa mineralização e frias, estando indicadas para problemas de digestão.

Águas sulfurosas: são águas ricas em enxofre, com um odor pouco agradável, mas ótimas para problemas articulares, como reumatismo, mas também para anemias, certas dermatoses, inflamações e doenças respiratórias. Estão contraindicadas em casos de hipertensão.

Águas sulfatadas: são águas ricas em sódio, usadas para tratar problemas gástricos, dermatológicos, intestinais (como obstipação) e na eliminação do ácido úrico.

Águas cloretadas: são águas ricas em cloro e de baixa mineralização, indicadas para problemas dermatológicos e inflamatórios.

Banhos termais para (quase) todos

Apesar dos seus inúmeros benefícios as termas são contraindicadas para doenças agudas, neoplásicas e algumas psicoses. A idade não é uma condicionante nos tratamentos com banhos termais, pois mesmo as crianças podem usufruir dos tratamentos em casos de problemas respiratórios, como rinite, sinusite e asma. Os banhos em águas termais também não são incompatíveis com os tratamentos farmacológicos sendo que, em alguns casos de tratamentos termais, os doentes apresentam melhorias significativas na tensão arterial, glicémia e dores musculares, sendo possível baixar as doses de medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *