O Que é o Yoga?

Muito se fala sobre yoga e os benefícios desta prática em termos de saúde e bem-estar. Desvendamos aqui alguns mistérios desta prática milenar e as suas vantagens como complemento de uma vida saudável.

Origens do yoga

As origens do yoga são difíceis de definir, mas sabe-se que a palavra deriva do termo “yuj” que significa “juntar” ou “manter unido” e que nasceu na Índia há mais de seis mil anos. Desde essa altura a prática do yoga difundiu-se e evoluiu para os inúmeros tipos ou linhas de yoga que existem atualmente. Cada linha de yoga tem especificações, mas todas têm o mesmo objetivo: a “iluminação da consciência”. Isto significa que, qualquer seja o yoga que pratique, os benefícios para o corpo e para a mente são inúmeros. Patañjali, um grande mestre do yoga que viveu em século incerto, divide o yoga em oito ramos entre os quais constam a não violência, a abstenção do roubo e da cobiça e o desapego. Embora atualmente o yoga seja visto como uma prática física, os escritos de Patañjali provam que nas suas origens, o yoga ultrapassa as barreiras da prática física, sendo uma verdadeira filosofia e modo de vida. Ao longo dos tempos o yoga sofreu diversas transformações, principalmente no século XX de forma a adaptar-se aos praticantes ocidentais. Atualmente existem várias escolas que oferecem diferentes tipos de yoga, mas todas têm o objetivo comum de proporcionar bem estar físico e psicológico.

Cada sessão é uma experiência única

Cada aula dura cerca de uma hora e é composta por uma sequência de posturas (“ásanas”), técnicas de respiração (“pránáyáma”) e relaxamento (“yoganidrá”) que permitem melhorar a resistência, a flexibilidade e a concentração. As aulas são normalmente em grupos pequenos, mas cada praticante segue o seu ritmo e evolui de acordo com as suas capacidades, respeitando as limitações do próprio corpo. Apesar de ter fama de chato e e pouco animado, o yoga é uma prática exigente e aliciante. O yoga pode ser praticado por toda a gente, mesmo por crianças, grávidas ou idosos, pois respeita o ritmo de cada indivíduo e permite evoluir de acordo com as suas capacidades, ao mesmo tempo que se conhece o próprio corpo. Alguns alunos por terem uma aptidão quase natural, desenvolvem de forma rápida, conseguindo fazer mesmo os “ásanas” mais difíceis. Outro alunos devido às suas limitações pessoais podem demorar mais tempo ou podem mesmo nunca vir a alcançar essas posturas, mas cada um respeita as suas limitações e evolui ouvindo o próprio corpo. Seja qual for o nível de experiência de cada um, após uma sessão de yoga a sensação de bem-estar e relaxamento é quase palpável.

Benefícios físicos do yoga

A nível físico o yoga permite melhorar a flexibilidade e o equilíbrio, ao mesmo tempo que fortalece os músculos. Simultaneamente melhora a postura e a coordenação motora e ensina a respirar de forma mais natural. Um dos ensinamentos das primeiras sessões é reaprender a respirar utilizando a quase totalidade dos pulmões, à semelhança do que fazem os bebés: esta maneira de respirar é um pouco esquecida quando nos tornamos adultos, mas o yoga reensina a respirar, proporcionando uma sensação de relaxamento e momentos de introspeção. Esta prática acaba por ter a dupla função de relaxar os músculos ao mesmo tempo que os fortalece, num equilíbrio que respeita as limitações individuais. Pode ler aqui mais sobre os benefícios do Yoga.

Benefícios psicológicos e emocionais

Os praticantes de yoga tendem a desenvolver uma atitude mais positiva em relação à vida. Os níveis de agressividade descem drasticamente e quem tem problemas de insónias tende a melhorar significativamente. É também um bom complemento no tratamento de depressões e desequilíbrios emocionais. O stresse e a ansiedade são reduzidos e no geral a sensação de bem-estar torna-se uma constante no dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *