Os Benefícios da Música Para a Saúde

Os Benefícios da Música Para a Saúde

Os benefícios da música para a saúde têm sido revelados através de vários estudos efetuados sobre a música que mostraram que esta é uma verdadeira mais valia no bem-estar do ser humano. E, embora cada pessoa experiencie a música de forma diferente, esta tem no geral um impacto positivo a nível da saúde física, mental e emocional de cada um.

Os principais benefícios da música para a saúde

Melhora o sistema imunitário

Alguns estudos revelam que a quantidade de anticorpos presentes no organismo, aumenta após uma exposição de 50 minutos a dance music. Por outro lado, a música reduz as hormonas associadas ao stresse, evitando que estas enfraqueçam o sistema imunitário.

Reduz ansiedade e depressão

Um estudo revelou que mulheres grávidas que ouvem música relaxante sofrem menos ansiedade, depressão e stresse. Também a música clássica e de meditação melhoram o bem-estar geral, mas músicas heavy metal ou techno contribuem para a redução da qualidade de vida, dizem outros estudos. A nível prático, além de ouvir música relaxante, experimente mudar o tradicional som do despertador para uma música mais suave e comece tranquilamente os seus dias.

Melhora a performance física

A música que escolhe durante o exercício físico é mais do que uma mera distração, podendo aumentar a resistência e a vontade de testar os limites. A cada treino devem existir três diferentes tipos de música, um para cada parte a atividade (aquecimento, treino e relaxamento). Para corridas longas, escolha músicas que inspirem mas cujo ritmo não seja demasiado rápido. Para treinos mais curtos e intensos, uma música com um ritmo acelerado ajudará a melhorar a performance.

Desenvolve o bom humor

O sistema nervoso é grandemente afetado pela música. Isso explica o facto de quando se entra numa loja com música com volume considerável, o corpo reage com um “boost” de adrenalina, aumentando o ritmo cardíaco e o bom humor. Por outro lado, canções tristes tendem a deixar-nos nostálgicos e introspetivos.

Alivia a dor

Para doentes terminais as terapias efetuadas com música acalmam e aliviam a dor. A música clássica principalmente, ao reduzir os níveis de stresse e aumentando a sensação de relaxamento, ajuda o corpo a lidar com os sintomas de dor.

Ajuda a concentração

Uma pesquisa efetuada com estudantes universitários que respondiam a uma série de perguntas, revelou que estes tinham maior número de respostas certas se ouvissem música durante o teste. O aumento da concentração depende no entanto do género de música, sendo que música clássica ou relaxante é a ideal para a maioria das pessoas.

Melhora a qualidade do sono

Pessoas que ouvem música clássica com frequência têm menos propensão a noites mal dormidas e quadros de insónias. Não é de estranhar, pois se a música tem o poder de reduzir os níveis de stresse, esse facto acaba por se refletir no aumento da qualidade do sono. Estará portanto na altura de começar a ouvir músicas de embalar, caso tenho dificuldades em dormir.

Escolha a música de que mais gosta

Embora a maioria dos estudos refira os benefícios da música clássica, a verdade é que qualquer género musical pode ter influência no bem-estar, dependendo dos gostos pessoais. O importante é escolher as músicas com as quais mais se identifica e lhe trazem maiores benefícios a nível físico e mental. Quer prefira jazz, heavy metal, pop ou techno, incorpore a música no seu dia a dia e sinta os efeitos positivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *