Reiki: a Cura Pelas Próprias Mãos

Reiki: a Cura Pelas Próprias Mãos

O Reiki é uma prática relativamente recente, tendo surgido apenas em 1922 pela mão do monge budista japonês Mikao Usui. O seu princípio fundamental é a existência da energia vital, que pode curar se for corretamente manipulada pelas mãos. Apesar de não haver evidência científica da existência desta energia vital, e de esta prática não ser reconhecida nem pela ciência nem pela medicina, o que é certo é que os seus praticantes reiteram a sua eficácia. Fique a conhecer um pouco melhor esta prática, que tem cada vez mais adeptos na Europa.

O que é o Reiki?

O Reiki é uma terapia holística, que permite reequilibrar a pessoa num todo, física, emocional, metal e espiritualmente. A palavra reiki é uma combinação de “rei” que significa “divino” e “Ki”, a energia vital manipulável através das mãos. Na realidade, não são utilizados quaisquer instrumentos ou medicamentos, apenas a energia das mãos. Os praticantes sentem o corpo a ser invadido por uma energia positiva que é passada apenas pelas mãos do mestre. Mais tarde o paciente pode aplicar esse energia a si próprio, promovendo a autocura. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Reiki não é de natureza religiosa, mas sim apenas espiritual. Ou seja, não é necessário ter uma crença específica ou sequer acreditar numa entidade superior, para sentir os efeitos benéficos desta prática.

A energia Ki

A energia vital vem de dentro do ser humano e é inesgotável. Acredita-se que através desta energia, o praticante de Reiki pode curar-se a si próprio. Todos temos esta energia dentro de nós, mas para aceder a ela, é necessário um processo de sintonização, realizado por um mestre de Reiki. Após esse processo a energia flui através das mãos para qualquer local do corpo em que for aplicada e tem um poder curativo. Acredita-se ainda que a energia Ki conhece bem o seu caminho e pode curar mesmo que as mãos não estejam colocadas no local exato.

Benefícios do Reiki

Embora alguns estudos não mostrarem quaisquer diferenças de resultados entre grupos praticantes de Reiki e grupos placebo, quem o pratica garante que os resultados são visíveis. Entre os benefícios mais conhecidos estão a redução do stresse e da ansiedade. Basicamente através da passagem de energia vital das mãos para partes específicas do corpo, esta flui e aumenta os seus níveis no organismo, aumentando a sensação de bem-estar e felicidade. Com níveis baixos de de energia vital, aumenta o stresse e o mal-estar e o corpo fica mais propenso a contrair doenças. Aquando das sessões, o praticante sente-se inundado por uma sensação de paz, bem-estar e segurança.

Contraindicações do Reiki

O Reiki pode ser posto em prática por toda a gente, qualquer que seja a idade ou o estado de saúde. Ele é até utilizado em hospitais como terapia complementar aos tratamentos tradicionais, como forma de aumentar a sensação de bem-estar nos pacientes. Contudo, este não deve ser utilizado como terapia principal. Alguns médico alertam para o facto de alguns pacientes verem as suas doenças avançar por acreditarem que se podem curar apenas através da energia vital. Em caso de dúvida, aconselhe-se com o seu médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *