Talassoterapia – o poder terapêutico da água do mar

talassoterapia - acura que vem do mar

Desde muito cedo na história que se sabe que a água do mar tem diversas propriedades e benefícios terapêuticos. Saber o que é a talassoterapia passa não só por saber que é um tratamento que permite aproveitar esses mesmos benefícios para efeitos terapêuticos e médicos, mas também que pode ser utilizada para proporcionar bem-estar e qualidade de vida.

Talassoterapia – o que é?

O termo talassoterapia deriva da antiga palavra grega “Thalasso”, que significa “mar”. De acordo com a definição oficial da palavra, a talassoterapia é um tratamento terapêutico pelos banhos de mar e pela acção dos climas marítimos.

Sob supervisão médica ou especializada, a talassoterapia permite aproveitar os diversos benefícios não só da água do mar, como também dos ambientes marítimos como o clima marítimo, as lamas marinhas, as algas, a areia e outras substâncias extraídas do mar.

A talassoterapia vem sendo utilizada desde o século 18 para aliviar a doença e promover a saúde. Atualmente é usada também com fins estéticos, para o cuidado da beleza de rosto e corpo.

Saber o que é a talassoterapia é portanto saber que o mar tem benefícios que podem ajudar a saúde e aumentar em muito o bem-estar das pessoas. Sendo que o ambiente marítimo é parte integrante da técnica, os centros de talassoterapia são geralmente encontrados perto da costa, isto é situados junto ao mar.

Cada região é também conhecida por ter efeitos terapêuticos diferentes:

  • o canal da Mancha (zona do norte da França e sul do Reino Unido) é conhecido pelos seus efeitos revigorantes
  • o mediterrâneo tem propriedades sedativas
  • o Atlântico é conhecido pelos seus efeitos tónicos

O princípio da talassoterapia

A talassoterapia passa pelo aquecimento da água do mar a uma temperatura próxima da do corpo humano (entre 34° e 36°C). Isso leva a que, pelo efeito de osmose, os diferentes minerais e elementos que vivem na água do mar consigam penetrar na pele da pessoa.

Aquecer a água permite, por um lado, otimizar os princípios ativos e terapêuticos da água do mar e, por outro lado, provocar a vasodilatação, permitindo assim uma melhor absorção pela pele dos elementos da água do mar.

Por vezes o tratamento talasso pode ser confundido com os tratamentos realizado nas termas, embora haja muitas semelhanças, a diferença mais remarcante  é que Talassoterapia utiliza água do mar com todos os seus derivados. Nas termas utiliza-se água mineral.

A razão pela qual os centros de talassoterapia devem estar localizados junto ao oceano é porque a água do mar deve ser puxada por tubos, colocados debaixo da areia.

O poder terapêutico da água do mar 

Conhecer o tratamento da talassoterapia, passa também pelo conhecimento da importância e riqueza da água do mar e dos seus poderes terapêuticos.

A água do mar é um lugar de vida repleta de animais e plantas, no qual é possível encontrar grandes reservas nutricionais e um ambiente bioquímico complexo. A água do mar contém todos os minerais essenciais, sódio, cálcio, potássio, magnésio, fósforo, mas também os oligoelementos, como o crómio, ferro, zinco, selénio e iodo. Uma concentração significativa semelhante ao existente no plasma sanguíneo do ser humano.

O que a talassoterapia permite é o aproveitamento dos benefícios desse ambiente para o bem-estar e saúde do ser humano

As algas por exemplo, têm grandes benefícios para a nossa saúde: a sua riqueza em minerais ajuda ao reequilíbrio das nossas células. As preparações com algas podem ser aplicadas em cataplasma sobre a pele do todo o corpo, mas também pertencem à dieta, tomadas em forma de comprimidos ou em pó, que vão ajudar a fortalecer o sistema imunitário e a desintoxicar o organismo.

O que a talassoterapia permite também é, através da água do mar, o relaxamento muscular e o desenvolvimento da mobilidade das articulações. A talassoterapia é muito utilizada para tratamentos musculares porque, devido à elevada densidade de cloreto de sódio na água do mar, ajuda e facilita os movimentos musculares.

A terapia física realizada em água do mar é, desde modo, muito mais eficaz do que a fisioterapia dita tradicional.

O que trata a talassoterapia?

A talassoterapia tem várias aplicações podendo ser utilizada não só como tratamento curativo mas também como método preventivo e como fonte de beleza.

Seguem as principais indicações e aplicações desta prática:

  • doenças de ossos e articulações (osteoartrite, osteoporose, problemas nas costas, reabilitação de articulações…)
  • problemas respiratórios (sinusite recorrente, insuficiência respiratória menor…)
  • gerontologia (demência, hipertensão arterial…)
  • fadiga
  • problemas de circulação sanguínea
  • celulite
  • convalescença
  • medicina desportiva
  • problemas de pele como por exemplo, eczema, celulite
  • outras doenças crónicas
  • redução do stress

Os benefícios da talassoterapia são muitos, por isso também costuma ser aplicado como tratamento de beleza, para dar firmeza à pele, evitar a flacidez, ajudar a reduzir a celulite, eliminar toxinas através da pele, ajudar a curar a acne, reduzir o stress e melhorar o sistema imunológico.

No entanto, é importante saber que existem algumas contras-indicações para a aplicação deste tratamento. Em caso de doenças infecciosas, alergia ao iodo, doença da tiróide e certas doenças da pele, não é aconselhável praticar tratamentos talasso terapêuticos.

Além disso, as pessoas com doenças cardiovasculares devem consultar um médico especialista para maiores conselhos, pois a talassoterapia poderá também ser desaconselhada nessas situações. Também não se recomenda a mulheres grávidas.

Para ser eficaz, um tratamento talasso terapêutico deve durar pelo menos cinco dias. Os efeitos resultantes dessa prática serão sentidos durante aproximadamente seis meses.

Que mais oferecem os centros de talassoterapia

Um centro de talassoterapia não se resume só aos tratamentos e à água do mar. O que a talassoterapia também permite, e que não deve ser descurado, é o acompanhamento de equipas de profissionais envolvidas nestes tratamentos.

Uma consulta médica prévia é aconselhada antes de iniciar qualquer tratamento talasso terapêutico. Esta consulta permite detetar quaisquer contraindicações que possam existir e delinear um plano personalizado de tratamentos.

Geralmente, os centros de talassoterapia têm a presença de:

  • fisioterapeutas – responsáveis pela prática de massagens e cuidados de reabilitação
  • terapeutas ocupacionais
  • de hidro-terapeutas – responsáveis pelos exercícios específicos realizados na água do mar aquecida e pelos demais tratamentos de hidroterapia (banheiras de hidromassagem, duches subaquáticos…)
  • algoterapeutas – especialistas nos tratamentos que utilizam algas e lodo

Ainda, poderá também encontrar nestes centros de talassoterapia profissionais como nutricionistas, esteticistas, osteopatas e profissionais de desporto. Estas equipas de profissionais permitem otimizar o tratamento e o acompanhamento constante dos usufruidores dos centros.

Centros de talassoterapia em Portugal

Já sabe o que é a talassoterapia, a quem se destina e em que situações este tratamento pode ser aplicado. Em Portugal, muito graças à situação geográfica do país, são vários os centros de talassoterapia à disposição.

Os centros Thalassos portugueses são famosos no estrangeiro, pois oferecem condições e benefícios extraordinários. Com a sua extensão de costa próxima dos dois mil quilómetros, Portugal consegue extrair do mar os seus diversos benefícios e potencialidades.

Aplicados nos centros de talassoterapia, este mercado de saúde e bem-estar já representa uma das maiores fatias de investimento e lucro do turismo português.

Dos diferentes centros de talassoterapia em Portugal podemos destacar o Thalasso da Costa da Caparica. A apenas 100 metros da praia da Caparica e do oceano Atlântico, este centro tem mais de 1000 m2 e oferece vários tratamentos. Nele pode encontrar aplicações terapêuticas e médicas como a fisioterapia ou as massagens, mas também outras práticas relacionadas com o bem-estar como o Yoga ou práticas holísticas.

Considerado pela revista de viagens Condé Nast Traveller como sendo um dos cinco melhores centros para a prática de talassoterapia do mundo, o Thalasso da Caparica também já foi distinguido nos prémios World Travel Awards de 2010 como o melhor Spa Resort em Portugal.

Outros dos centros de talassoterapia portugueses que goza de uma alta reputação é o  Thalasso Nazaré  situado na praia da Nazaré. O Vilalara Thalasso Resort no Algarve também já recebeu a moção de um dos melhores centros de talassoterapia do mundo. Situado num entorno natural, perto de uma praia de areia dourada, este centro de talassoterapia abrange 100.000 m2 de área especialmente equipados para o seu conforto e bem estar.

Outro centro Talasso é o Vila Baleira Talassa e Spa situado em primeira linha da praia dourada da ilha do Porto Santo com um espaço de 65,650 metros quadrados.

Frequentar um centro de Talassoterapia, não deve ser encarado unicamente como uma forma de tratamento terapêutico. O nosso bem estar também merce ser cuidado. Por isso, fazer umas férias curtas num centro Thalasso pode fazer maravilhas pelo seu bem estar, pois a conjugação de praia, brisa marinha, banhos relaxantes, massagens, relaxamento, longas caminhadas na praia, ar fresco e limpo, dieta saudável. Tudo isto contribui para a sua saúde a todos os níveis. Aproveite as ofertas especiais e a seleção de pacotes que estes centros oferecem ao longo do ano.

Como é uma sessão de Talassoterapia

A talassoterapia normalmente realizada como parte de uma cura, pode levar de uma a seis semanas. O programa terapêutico para cada pessoa é decidido pelo médico assistente. Alguns dos tratamentos Talasso incluem, por exemplo:

  • Thalaxion
  • Circuitos de piscinas com jacuzzi, cascatas, jatos de água
  • Duche de jato
  • Inalação de aerosóis
  • Hidroginástica (ginástica na piscina)
  • Envoltórios com algas ou lama
  • Hidroterapia
  • Hidromassagens
  • Duches Vichy
  • Fisioterapia
  • Pressoterapia

No que diz respeito ao tempo de cada sessão, cada tratamento tem uma duração aproximada de meia hora. Antes, é primeiro realizada uma consulta médica pelo médico assistente do centro.

Qual é o preço dos tratamentos de talassoterapia

O preço depende do programa terapêutico recomendado pelo médico do centro. Uma cura Thalasso para sete dias, os preços podem ir dos 200 aos 500 euros, dependendo do tipo de cura a realizar. Estes preços referem-se unicamente aos tratamentos sem alojamento.

Talassoterapia em casa

Se pensa que a talassoterapia não está ao alcance das suas possibilidades économicas, pode usufruir dos benefícios do mar também em casa. Particularmente no momento do banho. Claro que os melhores benefícios são obtidos nos centros Talassos, mas em casa pode usufruir de pequenos momentos de bem estar proporcionados pelos produtos spa.

Existe produtos spa à venda, como extratos de algas e sais marinhos para colocar no banho de imersão. Depois do banho pode ser aplicada uma máscara corporal de lama do Mar Morto ou algas. Estes produtos ajudam a desintoxicar, purificar e fortalecer o corpo, proporcionado momentos de verdadeiro relax e bem-estar, não só para todo o organismo mas também para a alma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *